5 benefícios de se ter um diário

5 benefícios de se ter um diário

Todo mundo tem um segredo, um sentimento só seu ou um pensamento que martela na cabeça e não sai. Às vezes não sabemos bem como e para quem falar…

Ter um diário pode solucionar aflições como essas e trazer melhorias para sua rotina, além de ajudar no autoconhecimento. Quer ver?

Você sabia que escritores famosos mantinham extensos diários em que refletiam sobre a vida, os amores, as dores e que, depois, essas páginas viraram livros famosos?

O escritor português, José Saramago, teve alguns dos seus diários publicados. Nos cadernos, ele escrevia episódios da sua vida cotidiana e suas aventuras criativas mais pessoais. Em vida, declarou que sentia necessidade de dar pequenos passos que poderiam não ser bem recebidos pela crítica, mas, no diário, ele poderia ser quem quisesse.

capa dos três primeiros volumes de "Cadernos de Lanzarote"

Já uma história marcante, que revelou as crueldades da Segunda Guerra Mundial ao mundo, veio nas palavras escritas por uma menina de 13 anos. O diário de Anne Frank foi publicado em mais de 60 países e traduzido em mais de 70 idiomas. Os relatos cotidianos de uma vida em fuga virou um símbolo na defesa dos direitos humanos.

Foto do livro "O diário de Anne Frank"

 

Existem bons motivos para colocar em um diário o que aperta no coração

  • Se conhecer é transformador

Quando você escreve o que sente é mais fácil ser sincero (de verdade), porque existe a segurança de não estar sendo julgado por ninguém. Com o tempo, é possível identificar padrões nas atitudes e pensamentos que dizem muito sobre você. Quando isto está apenas na memória, os fatos se misturam e se apagam, fazendo ficar mais difícil perceber como lidamos com as alegrias e as tristezas.

  • Oferecer novas perspectivas

A neurociência explica que o aprendizado acontece em diferentes partes do nosso cérebro a partir de estímulos que damos a ele. Quando usamos nossos sentidos para, ver, ouvir, sentir, um aprendizado, mais fácil será a memorização e mais rápido se transformará em um aprendizado sólido e organizado. Escrever é colocar no papel todas as informações e olhar para elas. Isso nos permite enxergar coisas que passavam despercebidas e podem ser a chave de toda a questão.

  • Concluindo tarefas

Ao registrar nosso dia a dia, passamos a dar valor para conquistas diárias que passam despercebidas. Quando você expõe uma experiência, mesmo que seja em um papel, você a compreende melhor e consegue extrair seu lado bom. Ao fazer isso você ganha vitalidade para encarar novos desafios. Pode até ser pequeno, mas nossa mente entende como mais uma meta alcançada, substituindo a euforia da vitória pela a esperança de somar outras.

  • Despertando a criatividade

Escrever todos os dias, mesmo que pouquinho, nos permite enxergar nosso dia a dia com menos tédio. E, ainda, o hábito da escrita nos permite sair dos limites materiais da vida. Quando escrevemos, podemos nos aventurar por sonhos e desejos que no mundo real parecem estranhos. Experimente deixar seu pensamento fluir, apenas deixe-o voar e permita a criatividade se concretizar no papel.

  • Nossa mente também precisa de cuidados

Escrever com frequência desperta diversos benefícios, inclusive, para a saúde. De acordo com o estudo da Universidade de Iowa, os indivíduos analisados que escreveram sobre acontecimentos traumáticos e situações de profunda tristeza durante 15 a 20 minutos, de três a cinco vezes por semana, conseguiram superar com maior facilidade esses acontecimentos. As pesquisas tiveram resultados ainda melhores com pessoas com câncer.

Além do tradicional papel e caneta, você também pode experimentar um blog ou, até mesmo, o Day One Journal, um aplicativo gratuito que deu cara nova ao velho diário.

Que tal começar agora mesmo o seu? Assim, você ainda incentiva os seus filhos a começar com você!

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.