#IRMPergunta: Como encarar a queda do cabelo?

#IRMPergunta: Como encarar a queda do cabelo?

Referência latino-americana no atendimento a crianças e adolescentes com câncer, o hospital do GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e Criança com Câncer), em São Paulo, recebe famílias do Brasil inteiro para tratamento da doença que mais mata entre 0 e 19 anos.

Ao lado do Instituto Ronald McDonald, o GRAACC possibilita o acesso aos melhores recursos em saúde oncológica e equipes especializadas em humanizar o tratamento e aproximar famílias da cura.

A doutora Renata Petrilli, coordenadora de psicologia do GRAACC, falou um pouco sobre as emoções e traumas que envolvem a trajetória de quem luta contra o câncer infantojuvenil.

No vídeo, a Doutora Renata Petrilli fala sobre como a queda do cabelo é, na maioria das vezes, vista como um sinal de doença. No seu trabalho no GRAACC, ela e sua equipe tentam suavizar essa associação fazendo com que a perda dos cabelos seja vista como mais uma diferença.  No sentido, de que todos temos características físicas, psicológicas e culturais que nos definem. Assim, seja o seu cabelo longo, cacheado ou careca essas diferenças devem nos aproximar e não ser um motivo para exclusão.

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.