Pequeno grande Everton, o menino que luta contra o câncer

Semana passada eu acordei com o maior incômodo no olho. Lavei bem meu rosto no banho, joguei um colírio e fui trabalhar. ‘Não há de ser nada demais’, imaginei. 

Na manhã seguinte, o olho estava não só incomodando, mas bem vermelho. ‘Que baita cisco esse deve ter sido’, eu pensava, enquanto combinava uma compressa, mais colírio, e um óculos para disfarçar. 

Quando acordei no terceiro dia, já mal conseguia abri-lo totalmente. Só então decidi ir ao médico, e descobri que o baita cisco era, na verdade, uma baita conjuntivite. 

Longe de mim fazer qualquer tipo de comparação entre a gravidade dessas doenças, mas ao sair do oftalmologista, me lembrei imediatamente do Everton, um menino cuja mãe eu conheci uma vez, durante um dia de voluntariado numa casa de apoio.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

A doçura da esperança

Neste post, minha mensagem é objetiva. Tão objetiva quanto a clássica listinha de mercado. No lugar dos ingredientes, enumero sentimentos; conceitos que, segundo minhas observações de mãe e voluntária, guiam as famílias na luta pela cura do câncer de suas crianças e adolescentes.

Diria que elas consultam essa lista com atenção, todos os dias, antes de sair de casa; é impressionante como quem enfrenta essa doença não se esquece de nada:

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

O cotidiano de um voluntário

Outro dia eu tava trocando uma ideia com um amigo meu sobre como é ser voluntário. Ele sabe que eu sou e, como tem pensado cada dia mais em se tornar um também, me procurou para que eu pudesse ajudar com algumas dúvidas que ele tem.

Ele me contou que sente muita vontade de botar a mão na massa e contribuir para um mundo melhor fora da internet, mas que sente um grande receio de acabar preso a uma atividade que ele não gosta ou não domina, em horários com os quais não pode se comprometer.

Foi aí que eu resolvi desfazer essas impressões erradas, falando um pouco mais sobre como foi o processo de me tornar um voluntário e sobre o nosso dia a dia.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Espaço para Myrella se aproximar da cura
Featured Video Play Icon

Myrella e sua família têm a certeza de que terão todo o conforto e carinho para enfrentar o câncer infantojuvenil no Espaço da Família Ronald McDonald.

Esses espaços oferecem toda a infraestrutura, ambientes e atividades que tornam o tempo de espera menos desgastante, e também favorece o contato entre familiares e equipe médica.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Uma história de muitas conquistas

Promover a saúde e a qualidade de vida de adolescentes e crianças com câncer é a missão do Instituto Ronald McDonald há praticamente duas décadas. 

Ao todo, são mais de R$ 330 milhões já destinados ao combate à doença no país, beneficiando cerca de 3 milhões de crianças e adolescentes e suas famílias.  

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar: