O cotidiano de um voluntário

Outro dia eu tava trocando uma ideia com um amigo meu sobre como é ser voluntário. Ele sabe que eu sou e, como tem pensado cada dia mais em se tornar um também, me procurou para que eu pudesse ajudar com algumas dúvidas que ele tem.

Ele me contou que sente muita vontade de botar a mão na massa e contribuir para um mundo melhor fora da internet, mas que sente um grande receio de acabar preso a uma atividade que ele não gosta ou não domina, em horários com os quais não pode se comprometer.

Foi aí que eu resolvi desfazer essas impressões erradas, falando um pouco mais sobre como foi o processo de me tornar um voluntário e sobre o nosso dia a dia.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Myrella e seus conselhos de gente grande

Como adoro ver meus filhos aprendendo coisas novas, principalmente lições que eu procuro passar!

Conforme eles crescem e vão demonstrando mais segurança em suas escolhas, a gente se sente tão satisfeita, tão completa…

Mas maternidade não é via de mão única. Eles também nos ensinam, e muito, inclusive nas circunstâncias que a gente menos espera.

Conhecer a história da Myrella e sua mãe, Aline, renovou minhas crenças quanto à força e ao otimismo que nossos filhos são capazes de nos passar, às vezes sem nem saber e quando mais precisamos.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

A Atenção Integral que o Antônio merece
Featured Video Play Icon

Hoje, o Antônio e a sua mãe podem ficar tranquilos, pois sabem que o Programa Atenção Integral fornece todo o atendimento médico e suporte que eles precisam.

Assim como o Antônio, milhares de crianças e adolescentes em todo Brasil se beneficiam diariamente deste programa.

Leia mais →
Comentários: 1 / Compartilhar:

Espaço para Myrella se aproximar da cura
Featured Video Play Icon

Myrella e sua família têm a certeza de que terão todo o conforto e carinho para enfrentar o câncer infantojuvenil no Espaço da Família Ronald McDonald.

Esses espaços oferecem toda a infraestrutura, ambientes e atividades que tornam o tempo de espera menos desgastante, e também favorece o contato entre familiares e equipe médica.

Leia mais →
Comentários: 1 / Compartilhar:

Empresa em ação: a conexão que faltava

No mundo corporativo, inovação é regra. Buscando aprimorar meus conhecimentos para conquistar destaque no mercado, entendi – finalmente – que inovar não é somente implementar “novas tecnologias”, e sim, tomar atitudes capazes de gerar um efeito positivo no outro, alcançando-o. Quando uma empresa percebe a importância de apoiar uma causa social, ela faz diferente, inova, ganha visibilidade e se aproxima de seu público.

Foi o que aconteceu com a companhia onde trabalho, desde quando defendi, junto à diretoria, a parceria com o Instituto Ronald McDonald, que apoia crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer infantojuvenil.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Jovem guerreira: a destemida que luta contra o câncer

Meu aniversário se aproximava e, com ele, um day-off do trabalho – #sorte. Por fora, eu era empolgação pura, mas, na real, as comemorações daquele ano estavam em segundo plano. Os últimos meses tinham sido puxados, estressantes… Eu precisava me desconectar das redes e me reconectar a mim mesmo. Sabe quando a vida pede, ou melhor, implora pra gente refletir sobre o que estamos fazendo dela?

Leia mais →
Comentários: 4 / Compartilhar:

Mães, mulheres, guerreiras

Coração de mãe – e de pai – é grande mesmo, né? Ou melhor, enorme, cheio de perdão e de uma espécie de força oculta que se revela nos momentos mais difíceis. Antes de me tornar mãe, até suspeitava disso, mas a certeza veio só depois de ter meu primeiro filho. Voltei a pensar muito sobre isso ao saber da história da Zélia, mãe hospedada na Casa Ronald McDonald Campinas durante o tratamento do Eduardo, de apenas 11 meses.  

 Pois é. Dudu era pequeno quando ela desconfiou que tinha algo errado. Foi dar um banho e percebeu um carocinho no braço. Correu para o pediatra do posto mais próximo, que acreditava se tratar da reação a uma vacina, e pediu que Zélia aguardasse mais um pouco… Mas sabe aquela pulga atrás da orelha?

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar: