Ela venceu a leucemia | O Estado MS

Publicado 12 de julho de 2012 em

Ter um filho já representa por si só uma batalha diária, mas quando a linda menininha que os pais esperaram com tanto amor é diagnosticada com câncer, a batalha se torna ainda maior: Sempre com um sorriso no rosto a campo-grandense Anne Karoline Silva dos Santos contou ao jornal O Estado como foi sua vida dos três aos 16 anos de idade. Hoje, com 17, está livre da leucemia.

“Terminei o tratamento no ano passado, depois de 14 anos. O doutor Marcelo disse quer não queria mais me ver, foi um momento lindo, sair do hospital para nã voltar mais. Acredito que para a criança seja mais fácil encarar o câncer”, aponta Anne. Para ela, a mente infantil leva tudo na brincadeira, ao contrário do adulto, que soma a doença com uma série de outros problemas e acaba desenvolvendo estresse e depressão.

Os cabelos iam caindo, mas Anne se divertia ao escolher de que cor ou estampa iria sair a cada dia.

(…)

Cursando o segundo ano do ensino médio e trabalhando no McDonald’s, Anne quer fazer faculdade. “Tive muito apoio psicológico, o pessoal da AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) me ajudou muito. Quero cursar Psicologia porque acho interessante a forma como pensamos e como o pensamento e a fé pode curar a gente”, acredita Anne.

criancas-oestado-mcdiafelizms

Fonte: Jornal O Estado

Mato Grosso do Sul, 11 de julho de 2012


Instituições cadastradas no Instituto Ronald McDonald