Meditação infantil: os benefícios de cuidar do corpo e da mente desde pequeno

Meditação infantil: os benefícios de cuidar do corpo e da mente desde pequeno

Sabe aquela tática de colocar o filho para pensar depois de uma “arte”? Ela abre portas para um outro exercício que traz muito benefícios da infância para a vida adulta: a meditação infantil.


Parece esquisito pensar crianças meditando? Pois saiba que essa prática está cada vez mais comum e tem ajudado muitos pais a educarem seus filhos.

Do autoconhecimento a uma noite de sono bem dormida

Temos a impressão de que crianças são seres sem problemas e preocupações, mas não é bem assim. A rapidez da vida moderna e a abundância de informação causa, até mesmo nos pequenos, sentimentos como stress, ansiedade, agitação e tristeza. Todas essas consequências acabam refletindo, principalmente, nos pais.

No dia a dia, essas características acabam causando pequenas dificuldades na rotina das famílias e a meditação pode ser uma ferramenta muito importante.

A instrutora de yoga e meditação, Juliana Maione, explicou alguns dos benefícios da meditação para crianças:

  • Aumentar a capacidade de concentração, o que ajuda muito com a rotina escolar;
  • Controlar os medos faz com que as crianças enfrentem seus desafios e, com isso, adquira experiências para toda a vida;
  • Controlar a raiva e aprender a lidar com as frustrações da vida com maturidade são qualidades imprescindíveis para qualquer pessoa;
  • Reduzir a agitação ajuda a regrar as horas de sono e noites bem dormidas rendem dias mais bem aproveitados;
  • Se autoconhecer desde pequeno proporciona um melhor entendimento que rende bons frutos profissionais lá na frente;

De acordo com Juliana, crianças que enfrentam grandes desafios – como o câncer – podem encontrar na meditação a calma para os momentos mais complicados. Desenvolver a facilidade de se desligar e descansar é muito importante para quem passa por tratamentos que despender energia e esforço do organismo.

Mas afinal, como fazê-las parar?

É claro que, como qualquer outra atividade, é preciso pensar a idade e maturidade de cada fase da infância e adolescência.

Algumas técnicas podem introduzir a meditação na rotina das crianças. Não necessariamente meditar com crianças é sentar e ficar quieto. Tudo pode começar com pequenas observações sobre a vida.

  • Colocar a criança para ver um objeto se movimentar sobre o peito enquanto respiramos;
  • Deitar no jardim observando as nuvens e as copas das árvores;
  • Fechar os olhos e contar uma história tentando imaginar cada detalhe;

Vale lembrar que as crianças aprendem imitando os adultos. Basta chamá-los para compartilhar os momentos de meditação e relaxamento junto com você. Aos poucos esse momento se tornará mais um hábito saudável de família.

Que tal checar outras atividades para promover o bem-estar do seu pequeno?

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.