Osteossarcoma: saiba como ficar atento aos sinais e procurar ajuda

Fomos acostumados a generalizar um tumor maligno pelo nome de câncer. Entretanto, câncer é o nome dado a um conjunto de doenças semelhantes e que são subdivididas de acordo com a região e células que afetam. Alguns tipos acabam sendo mais comuns que outros, é o caso do câncer de mama, de pulmão e o de pele. Mas você já ouviu falar sobre o osteossarcoma? Ele se apresenta de muitas formas e, neste post, vamos explicar alguns sintomas e os tratamentos disponíveis.

Osteossarcoma é o nome a um tipo de tumor ósseo maligno. Ele acomete principalmente a extremidade de ossos longos, sendo mais frequente em adolescentes. A Dra. Teresa Fonseca, oncologista e membro do Conselho Científico do Instituto Ronald McDonald passou pra gente algumas informações.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Diagnóstico precoce: por que é tão importante falar sobre ele?

Diminuir o tempo entre o aparecimento de sinais do câncer e o diagnóstico através de um serviço especializado. É esse o objetivo do Programa Diagnóstico Precoce do Instituto Ronald McDonald.

Neste momento, temos dois grandes motivos para falar sobre ele.

O primeiro é que o mês de setembro é conhecido como Setembro Dourado. Nunca ouviu falar? Aqui no Blog tem um texto completinho sobre a campanha que acontece paralelamente ao famoso Setembro Amarelo que chama atenção aos índices de suicídio.

Para relembrar, Setembro Dourado é dedicado a despertar o interesse e a percepção de toda a sociedade para a importância de se falar sobre o câncer infantojuvenil. O objetivo principal da campanha é, sobretudo, alertar a respeito da necessidade do diagnóstico precoce para o aumento nos índices de cura

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Descubra como os jogos estão mudando a oncologia pediátrica

Exame, hospital, medicação, repouso…detalhes de um cotidiano comum para quem lida diariamente com a realidade oncológica. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), uma a cada seis mortes, entre adultos e crianças, estão relacionadas à doença. Uma questão emergencial que levou estudiosos a enxergarem nos jogos um recurso terapêutico eficiente para a promoção de bem-estar e saúde para esses pacientes.

Quebrar essa rotina de tratamento é um enorme desafio. Junto com o diagnóstico vem uma lista de novas prioridades, uma infinidade de obrigações e uma corrida angustiante contra o tempo. Um verdadeiro divisor de águas na história de milhares de famílias.

Agora, imagina tudo isso sendo vivido em plena infância?

Passar por todas as etapas do tratamento é um imenso aprendizado em qualquer idade, mas quando se é criança ou adolescente esta fase pode ser ainda mais marcante. É um caminho turvo onde as descobertas da infância se misturam aos amadurecimentos da vida adulta.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

O câncer infantojuvenil e a família: amor, apoio e proteção

De acordo com o dicionário família é:

1- grupo de pessoas vivendo sob o mesmo teto;

2- grupo de pessoas com ancestralidade comum. 

Na prática, uma complexa relação entre pessoas que se amam, se aceitam e se defendem. Falar sobre família não é algo muito simples, já que cada uma tem uma jeito diferente. Algumas são imensas, outras pequenininhas. Algumas são quietas, outras bagunceiras. Algumas são unidas, outras mais distantes. Entretanto, uma coisa é fato em todas; quando um problema surge é a elas que nos apegamos. 

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Terapia Ocupacional: o que é e como ela ajuda na oncologia infantil?

É muito comum a gente simplificar o tratamento de uma doença à atuação de um único profissional: o médico. Aqueles a quem recorremos para prescrever exames, remédios e terapias. Entretanto, muitas intervenções dependem de uma equipe multidisciplinar para o sucesso do tratamento. O câncer, por exemplo, é uma dessas doenças que precisam de metodologias integrais para a melhora dos pacientes. Em geral, essas equipes são formadas por psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, fisioterapeutas, enfermeiros e também os terapeutas ocupacionais. E é sobre esse último grupo que vamos falar hoje! 

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Tumores germinativos: tipos, sintomas e tratamento



Hoje em dia, o câncer é a segunda principal causa de morte entre adultos e crianças no mundo (OPAS/OMS).E ao falar sobre câncer é preciso compreender que se trata de um grupo diverso de doenças com um aspecto em comum. São patologias caracterizadas pelo crescimento desordenado de células que invadem tecidos e órgãos.Vamos falar sobre um tipo não muito comum: o tumor germinativo. Saiba mais sobre o tema no post tudo sobre o câncer infantojuvenil.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Instituto Ronald McDonald e Assistência Social: trabalhando juntos pelo câncer infantojuvenil.



O mês de maio é dedicado a reconhecer o importante papel dos assistentes sociais. Uma carreira que tem como objetivo principal elaborar formas de tornar a vida de muitas pessoas um pouco melhor.

Cuidado, compreensão e empatia são sentimentos humanos muito importantes para a construção de uma sociedade. Além disso, eles também são partes essenciais do dia a dia de uma profissão que trabalha pelo bem-estar de outras pessoas. Saiba mais sobre saúde e bem-estar nesse post  clique aqui.

Existe um senso comum que desconhece o trabalho realizado por esses profissionais, mas eles agem na vida de todos. Uma das suas principais funções é elaborar políticas públicas que influenciam diretamente no cotidiano.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Como animais de estimação auxiliam no tratamento do câncer infantojuvenil?



Muitas doenças, e o câncer é uma delas, requerem um verdadeiro esforço do paciente para lidar com o tratamento e as consequências da doença. Muitas vezes é preciso criar mecanismos de fortalecimento do paciente. Como uma forma de fazer isso, profissionais estão indicando o contato com animais de estimação para levar sorriso e ânimo à crianças e adolescentes com câncer. Você vai conhecer quais são os benefícios dessa convivência.

Os desafios do câncer já começam no diagnóstico. Uma palavra profundamente estigmatizada, ao ouvir o nome câncer sendo pronunciada por um médico a dor, o sofrimento e a perda são as imagens que inundam o pensamento, principalmente dos pais e cuidadores. 

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Retinoblastoma: o primeiro sinal pode estar a um passo da cura



Em essência, câncer é o nome dado para um conjunto de doenças que têm em comum a multiplicação rápida de células malignas. Elas crescem desorientadamente afetando o funcionamento de tecidos e órgãos. Existem diferentes tipos de câncer que se manifestam através de sintomas específicos. Este texto vai falar sobre um deles: o retinoblastoma.

Uma das características do retinoblastoma é que sua manifestação mais comum acontece nos primeiros anos de vida. Ou seja, afeta principalmente crianças. O  sintoma mais presente é o aparecimento de uma mancha branca na retina, chamada leucocoria. Geralmente, se destaca quando um flash ou feixe de luz incide na pupila, surgindo um reflexo branco no olho bem parecido ao olho de um gato. Isso acontece porque o retinoblastoma é um câncer que afeta a retina. Não se sabe ao certo se a doença é hereditária ou não, mas o fato é que ela é congênita, o que significa que já está presente desde o nascimento e pode estar relacionada com a formação do organismo.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

15 de fevereiro: dia mundial de apoiar sonhos



A cura do câncer infantil é considerada um “milagre moderno” devido ao aumento significativo nas taxas de sobrevivência, especialmente em países desenvolvidos. É sobre a data de hoje, o Dia Mundial do Câncer Infantil, que falaremos aqui.


Isso significa que a luta contra o câncer está ganha? Não. Porque o câncer infantojuvenil ainda é a segunda causa de morte em crianças de 1 a 19 anos no Brasil, perdendo apenas para causas externas.

Por isso, o Dia Mundial do Câncer Infantil é uma data extremamente importante: ela deve ser celebrada pelas oportunidades de conscientização.

Esta causa é do Instituto Ronald McDonald, sua, da sua vizinha, do seu primo e pode ser até mesmo da sua empresa. Porque esta luta é de todos nós.

O Dia Mundial do Câncer Infantil é celebrado no dia 15 de fevereiro. A data foi criada pela CCI, uma rede Internacional do Câncer Infantojuvenil que reúne 181 organizações de 88 países. Juntos, eles buscam conscientizar toda a sociedade da importância de falar sobre o assunto.

Embora o número de famílias que enfrentam o câncer seja alarmante, as chances de cura também alcançam taxas significativas quando o diagnóstico é realizado nos estágios iniciais e a criança é encaminhada adequada, com acesso a um tratamento de qualidade.

Mas então qual o grande desafio pela frente?

Listamos alguns dos desafios para os próximos anos:

  • 1. É preciso identificar a doença, com um diagnóstico preciso;
  • 2. Encaminhar o paciente adequadamente nos estágios iniciais;
  • 3. Garantir um tratamento adequado.

Como é possível fazer isso virar realidade?

Há 19 anos o Instituto Ronald McDonald se dedica a tirar todos esses objetivos do papel.

Por meio do Programa Diagnóstico Precoce já capacitou mais de 20 mil profissionais da saúde para suspeitas dos primeiros sinais e sintomas da doença e encaminhar para a melhor opção de tratamento nos estágios iniciais.

Com o Programa Atenção Integral, o Instituto apoia ações prioritárias de enfrentamento ao câncer infantojuvenil. Assim como, também se faz presente na construção de estruturas de atendimento oncológico.

Por último, com o Programa Espaço da Família Ronald McDonald e a Casa Ronald McDonald possibilitam que as crianças e adolescentes consigam estar ao lado de suas famílias durante todo o tratamento, com um lar e um espaço de acolhimento. Deste modo, elas podem encontrar todo o suporte para encarar os desafios da doença.

Uma sociedade unida por sonhos e futuros

Não existe, ainda, uma vacina contra o câncer ou um tratamento que leve à cura definitiva. E é neste contexto que organizações como o Instituto Ronald McDonald atuam somando forças com quem queira assumir este compromisso. Esta corrente já conseguiu realizar muitos sonhos, como o do Arthur e da Rafaela.

Se você acredita que você também pode ser um elo dessa corrente, no dia 15 de fevereiro, Dia Mundial do Câncer Infantil, dê visibilidade para esta causa. Use suas redes como ferramenta de engajamento e assine nosso manifesto em prol da luta contra o câncer infantojuvenil.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar: