5 ONGs para ser voluntário

Quando decidi ser voluntário, muitas coisas passaram pela minha cabeça. Eu teria tempo de me dedicar aos outros em meio a correria do dia a dia? Será que exigiria um dinheiro que eu não teria como doar? Admito, foi preciso fazer algumas escolhas e, hoje, posso dizer: cada uma delas valeu a pena.

A partir do momento que assumi esse compromisso, entendi que estava fazendo muito mais do que jamais imaginei. Foi exercendo a cidadania e desempenhando meu papel na transformação positiva da sociedade que conquistei sorrisos de crianças e adolescentes. Acho que os conquistei muito menos do que eles me conquistaram.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Joyce Andrade e seu conjunto excepcional de experiências

Foi numa dessas tardes de domingo que conheci Joyce. Ela me recebeu na Casa Ronald McDonald São Paulo/Moema. Eu, como sempre, fui resgatar minha forças me contagiando com a energia potente e colorida daquela casa. Já no portão eu recebi o que precisava: o sorriso de Joyce me convidando a entrar.

Sempre imaginei que as casas de apoio fossem lugares de muita tristeza. Nunca errei tanto em minha vida. A casa Ronald McDonald é uma fonte de alegria e positividade. Aqueles lugares que te ensinam a olhar a vida com um pouco menos de rancor. Sabe?

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Atados e Instituto Ronald McDonald: conectando voluntários para fazer o bem

Hoje em dia tudo é rede. Redes colaborativas, redes de compartilhamento, redes sociais, redes empresariais, redes de computadores… é um jeito novo que a gente encontrou de se organizar.

O mundo foi passando por várias transformações em suas formas de produção e nas relações humanas.

Os reflexos dessas mudanças levaram à necessidade de reinventar a maneira de resolver os problemas sociais que atingiam milhares de pessoas por todo o mundo. Foi então que iniciativas como a Atados fizeram tanto sucesso, pois uniram voluntários com causas importantíssimas.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

3 motivos para estar atento aos primeiros sinais do câncer infantil

A infância é um momento de pura descoberta, fazendo cada dia um infinito de possibilidades. Mesmo que não seja o primeiro filho, mesmo que seja o terceiro, o quarto ou quinto, o brilho no olhar diante de dos aprendizados é sempre mágico. Não só mágico, como diferente, já que as experiências vão construindo uma história totalmente nova de uma pequena pessoa.

Não é que depois de crescidos essa magia se perca, ela ainda existe, mas os adultos vão se tornando mais sóbrios, sérios e desencantados.

Já para as crianças, essa alegria vai ganhando ainda mais cor a cada novo passo. A infância vai se fortalecendo nos pequenos detalhes, no desbravamento daquilo que é tão simples e corriqueiro. Por isso é tão fundamental proteger a liberdade de viver e poder sentir tudo isso. Prezar pelo tempo natural de se jogar em todas essas experiências.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Dia de Doar: um novo jeito de ajudar

Você já ouviu falar no Dia de Doar? Porque eu nunca tinha escutado. Se você ainda não conhece, fica tranquilo(a) que vou te explicar.

O nome é bem autoexplicativo: um dia dedicado à doação. Mas ele vai um pouco além disso, tendo o objetivo de estimular o engajamento da maior quantidade possível de pessoas na causa da solidariedade com a ajuda da internet.

A história do dia de doar

A iniciativa nasceu em 2012, de uma organização de Nova York chamada 92Y.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Tudo que você precisa saber sobre o Bono, o cachorro voluntário da Casa Ronald McDonald RJ

Com sete anos, Bono é um labrador de sucesso. Quando mais novo, no Instagram criado pelo dono Ivan Moreira, chamou a atenção por trilhar seu caminho até se tornar tetracampeão de surfe. Agora, ganha ainda mais destaque ao protagonizar sua própria série de TV. O melhor é que, assim como eu, Bono trabalha também com voluntariado.

Ivan conta que a aventura dos dois começou há muito tempo. Bono (nome em homenagem ao biscoito de chocolate) tinha apenas 5 meses quando fizeram sua primeira viagem juntos e, aos 5 anos, viu sua aventura dar resultados, conquistando seu primeiro título no surfe.

Nesse processo, o dono conta que a parte mais difícil foi na primeira viagem internacional, quando Bono teve que entrar na caixa e viajar pelo departamento de cargo. O esforço, diz ele, compensou. O cachorro é completamente apaixonado pela praia.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Papo cabeça: como doar cabelo voluntariamente?

É normal a gente encontrar alguém careca, principalmente as mulheres, e de cara já relacionar com o câncer. Acontece porque um dos efeitos colaterais do tratamento é a alopecia (descobri esse nome agora rs).

Alopecia é a queda do cabelo causado pelos tratamentos de radioterapia e quimioterapia. Geralmente, vem acompanhado de outras manifestações como náuseas, tonturas, dores e feridas. Varia muito de paciente para paciente, mas, normalmente, de todos os efeitos, a queda do cabelo acaba sendo uma das consequências mais impactantes, principalmente, para as outras pessoas.

A quimioterapia e a radioterapia são tratamentos clínicos destinados a matar as células cancerígenas, mas eles não atingem apenas elas. O tratamento reflete no organismo por inteiro, exigindo de todo o corpo a força para travar uma guerra.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

McDia Feliz 2018: Ajudar nunca foi tão gostoso!

Agosto: mês da esperança e da solidariedade! Já faz alguns anos que meu mês de agosto não é mais o mesmo. Eu passei a detestar quando as pessoas vêm dizer que o mês de agosto é o mês do desgosto.

Tenho 10 razões para você acreditar que o oitavo mês do ano tem tudo para ser o melhor!

1- Tem McDia Feliz!

É isso mesmo! Nós temos um motivo muito digno para visitar o McDonald’s! Dia 25, sabadão, é para se esbaldar de Big Mac. Convidar os amigos, a família, a vizinhança, o crush. É dia de construir futuros de um jeito muuuuito gostoso!

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Saúde mental: coisas que todo mundo sente, mas não fala

Você já se viu no meio de uma situação e pensou: será que só eu me sinto assim? Será que só eu passo por tudo isto? Ou então, será que isto nunca vai acabar?

A notícia boa sobre esses pensamentos é: são coisas que todo mundo sente várias vezes na vida.

A psicologia explica que muitos de nós padecemos de princípios irracionais perfeccionista, ou seja, sem perceber estamos sempre nos cobrando demais.

Logo, os seus sentimentos são muito parecidos com de milhares de outras pessoas. Isso não significa que você vai deixar pra lá, se entender e se cuidar é muito importante.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar:

Como ajudar um adolescente com câncer

Eu sempre fui muito curioso. Quando eu tinha uns 14 anos gostava de assistir filme, passava o dia lendo coisas aleatórias na internet e adorava a rua.

Até hoje gosto de conversar e descobrir histórias malucas das pessoas.

A época da faculdade é muuito legal, mas o primeiro gosto da liberdade é na adolescência.

Minha adolescência foi “ontem”, então quando eu conheci os adolescentes com câncer do GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), em São Paulo, lembrei quantas coisas acabam sendo adiadas… Eles vivem rotinas difíceis muitas vezes seguindo à risca restrições médicas.

Leia mais →
Comentários: 0 / Compartilhar: