Dicas de passeios: o que fazer com uma criança em tratamento

Dicas de passeios: o que fazer com uma criança em tratamento

Nossa rotina é muito apertada. Eu mesma, como mãe, não paro um segundo. Tenho que deixar marcado na agenda os dias para relaxar, caso contrário, eu simplesmente me esqueço deles. Agora, já pensou como deve ser para pais de crianças em tratamento de câncer? A descoberta da doença traz uma rotina intensa que muda todo o planejado. O tratamento exige muitos cuidados, restrições e procedimentos que transformam por inteiro o dia a dia da família toda.

Descanso não é só ficar sem fazer nada. Os dias de diversão e felicidade nos transformam e renovam nossas forças. Assim como educação, saúde e moradia, o direito ao lazer precisa ser preservado como um direito básico do ser humano. Lazer é fundamental para o bem-estar do indivíduo e até mesmo para a saúde.

Como me contou a Patrícia Souza, mãe da Thaíssa, uma das crianças em tratamento no GRAACC, o lazer e a alegria são muito importantes e precisam estar presentes.

“Ninguém conseguiria viver 100% na tristeza, dentro de um casulo. Lógico que a gente sabe das restrições e respeita. Quando o médico avisa que a defesa está boa, aí fica liberado parque, shopping em períodos mais vazios, ceia de Final de Ano, Natal, casa da tia, casa da vó.”

Pensando nisso, trouxe uma lista de passeios que podem ajudar pais e crianças em tratamento a pensar um lugar legal para aproveitar esses momentos de diversão na rotina.

Veja só!

  • Bibliotecas e museus

Espaços culturais como bibliotecas e museus são interessantes para manter o envolvimento das crianças com o conhecimento. Diante do tratamento, muitos perdem a vontade de estudar e o ritmo para a escola. Lugares assim são verdadeiros aliados da educação.

  • Parques e lugares abertos

O tratamento do câncer muitas vezes afeta a imunidade do paciente, causando uma queda brusca que requer muita atenção. Por isso, como a mãe da Thaíssa comentou, quando a imunidade está alta, lugares públicos podem ser liberados pelos médicos. Geralmente, é preciso cautela com eles, mas há um imenso benefício no contato com o ar livre e a natureza.

  • Viagens

Viajar é fascinante. É quando temos uma convivência mais próxima com pessoas queridas, conhecemos coisas novas e vivemos momentos inesquecíveis. Pessoas com câncer também podem viver isso. É claro que sempre orientado pelos médicos e, de preferência, buscando lugares com fácil acesso ao atendimento de saúde oncológica. Basta respeitar os limites de cada um, descansando e curtindo com tranquilidade o passeio.

Não é preciso receio. Dias felizes de diversão, brincadeira e sossego são para gerar lembranças boas e renovar as energias.

O cuidado com as crianças em tratamento não pode, em momento algum, ser colocado de lado, mas quando bem administrado é apenas um detalhe da rotina. Tenha o médico como um amigo, conte seus planos, os desejos, as necessidades. A equipe médica é uma parceria imprescindível durante todo esse processo.

No mais, junte a família e divirtam-se juntos. A alegria é sempre um bom remédio!

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.