Você sabe o que é Tumor de Wilms?

Você sabe o que é Tumor de Wilms?

Câncer é o nome atribuído a um conjunto de mais de 100 doenças. Elas se caracterizam pelo crescimento desordenado de células que, de forma prejudicial, afetam tecidos e órgãos.

São tipos diversos de câncer que se desenvolvem em diferentes partes do corpo. Os sintomas são variados e muitas vezes se confundem com outras doenças. Alguns são mais comuns em determinadas idades; é o caso do tumor de Wilms.

O tumor de Wilms se desenvolve nos rins de crianças e adolescentes, sendo um câncer característico da infância. Não se sabe ao certo o motivo do crescimento da doença no organismo.

De forma geral, as causas do câncer estão associadas aos hábitos não saudáveis de vida, mas quando manifestada na infância sua razão é desconhecida.

O fato é que o tumor prejudica as funções dos rins, um importante órgão do corpo humano. Normalmente, o tumor é unilateral, ou seja, atingem apenas um dos rins.

Tal característica potencializa uma histologia favorável, em que mais de 90% dos tumores têm um alto índice de cura. Existem também o tumor de Wilms Anaplásico, neste caso as células cancerígenas são amplamente variáveis e sua cura é mais difícil. Entretanto, a incidência desse tipo de câncer é menor.

Em grande parte dos casos, o paciente tem uma resposta positiva ao tratamento. Como o William, nosso menino sapeca que já está louco para voltar pra escola.

Observando os primeiros sinais

O grande desafio do tumor de Wilms é o seu diagnóstico. Quando é possível identificar os sintomas é porque seu estágio já está avançado. Nesta etapa, o relógio é o inimigo número 1.

É comum o tumor crescer e alcançar um volume tão grande, sem nem mesmo ser percebido, que às vezes eles são maiores que o próprio rim.

Por isso é tão importante não ignorar os primeiros sintomas: leve sempre seu filho/filha ao médico. Eles podem evidenciar a doença no estágio inicial, aumentando as chance de cura. Inchaço ou massa dura no abdômen é o primeiro sinal alarmante, e muitas vezes pode ser percebido apenas no toque. Logo, pode ser observado em atividades comuns do dia a dia; no abraço, na troca de roupa ou em exames de rotina.

Pode haver outros sinais que indiquem a presença do tumor. Esses são mais fáceis de passar despercebidos como partes de outras doenças menos agressivas da infância.

O recomendável é estar sempre atento às febres, náuseas, perda de apetite, constipação, pois são sintomas comuns a doenças típicas da infância, mas também de vários tipos de câncer.

Construindo juntos um futuro melhor

A boa notícia é que quando diagnosticado nos estágios I e II o índice de sobrevida é de até 99%. Quer dizer, com o desenvolvimento de projetos como o Diagnóstico Precoce, o caminho para cura torna-se uma realidade mais próxima.

O câncer infantojuvenil é a segunda causa de morte por doença em crianças e adolescentes de 0 a 19 anos. De acordo com o Ministério da Saúde, a taxa de mortalidade, felizmente, caiu 13,4%. Isso é resultado das políticas públicas de atendimento e, sobretudo, das que propiciam o diagnóstico precoce da doença.

O Instituto Ronald McDonald é um dos grandes agentes que trabalham diariamente pela mudança desses números. Há 19 anos, aproxima famílias da cura do câncer infantojuvenil. Sabe como você pode fazer parte disso? Seja um doador recorrente e apoie esta luta!

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.