Maria Adenice, a mãe que é capaz de tudo pelo filho

Maria Adenice, a mãe que é capaz de tudo pelo filho

“Quando nasce um bebê, nasce uma mãe”. Esse dito popular, muitas vezes vem a ideia da maternidade retratada na televisão e nos comerciais que, geralmente, não condiz com a maternidade real, vivida pela maioria das mães brasileiras, aquela que acontece todos os dias, longe do pretenso ideal da “mãe perfeita”.

Dando continuidade a nossa Série sobre Mães Inspiradoras, entrevistamos  Maria Adenice, mãe do Gustavo, que está hospedada na Casa Ronald McDonald Rio de Janeiro.

De fato a maternidade transforma a mulher e implica desafios. Quando nasce uma mãe, nasce junto uma mulher nova, quase desconhecida. Uma mulher que não deixou de ser mulher porque se tornou mãe. Porém, entre essa mulher e o resto do mundo, há um abismo muitas vezes minado daqueles que não conseguem enxergá-la em toda a sua multiplicidade.

Ainda não conhece nossa WebSérie? Confira aqui o primeiro capítulo, segundo capítulo e terceiro capítulo.

Descoberta da Doença

Muito se fala das mudanças que uma criança traz para a vida de qualquer mulher, e quando uma mãe recebe o diagnóstico que o filho está com câncer a mudança é ainda maior.

“Eu tive que mudar minha rotina, direta ou indiretamente eu parei a vida, muito pra ele assim, e o que doí mais é não saber se vai dar certo, né, será que vou passar pela tempestade e poder levar meu filho para casa, e eu lido com essa incerteza, esse medo, essa dúvida”  

Conta Maria Adenice.

Apesar de saber é muito difícil aceitar que não dá para controlar o mundo, é difícil entender essa pequena verdade da vida ao tentar garantir que nada de errado aconteça com o filho.

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.