Trabalho voluntário x tempo: como fazer essa relação dar certo?

Trabalho voluntário x tempo: como fazer essa relação dar certo?

O avanço das tecnologias da comunicação inundou de realidade nosso cotidiano. A modernidade precisou lidar com a constatação dos problemas sociais de um lado a outro do globo. Isso estimulou uma sensação coletiva de que é preciso unir forças e trabalhar em conjunto, todos por todos. Nesse contexto, o trabalho voluntário ganhou muitas forças e aqui neste texto vamos te ajudar a encaixar essa atividade na sua rotina.  

Você já fez algum trabalho voluntário? Já pensou sobre esta atitude algum dia? Se você respondeu não às duas perguntas, talvez seja hora de repensar sobre isso.

Leia mais sobre voluntariado no nesse post.


A percepção sobre os grandes problemas da humanidade fez com que o voluntariado acabasse se tornando mais do que um simples ato de solidariedade. Participar de uma organização social, atuar em ações sociais ou integrar programas de voluntariado virou um diferencial do capital humano. Exatamente isso: capital humano; que diz respeito ao valor agregado àquela pessoa perante outras pessoas e até mesmo o mercado de trabalho.

Muitas empresas, hoje em dia, dão preferência aos currículos que demonstram a disposição do candidato para este tipo de projeto. Aqui no Blog do Instituto Ronald McDonald nós já falamos sobre isso no post “Voluntariado: uma força estratégica para empresas”.

Some solidariedade ao seu portfólio!

É por isso que se você é estudante ou está a procura do emprego dos sonhos, repense a organização do seu tempo e olhe com carinho o voluntariado. Esta dedicação pode te abrir muitas portas, além, é claro, de fazer muito bem para o coração.

Para que você consiga alcançar esse objetivo nós trouxemos algumas dicas que podem te ajudar a conciliar o tempo de trabalho, estudo, família e lazer com um trabalho voluntário. Você vai ver como é fácil e só depende de você!

Se você é estudante:

Aproveite bem esta época de colégio e faculdade, pois é uma fase incrível de crescimento. Essa é a hora exata de você experimentar e viver dezenas de coisas que podem te transformar em um ser humano muito melhor.

Para viver todas essas possibilidades incríveis você precisa ter uma organização incrível.

Quase óbvio né? Mas é isso mesmo, não dá para assumir milhares de compromissos e fazer tudo pela metade. É preciso tratar com responsabilidade tudo que você assume, principalmente, o trabalho voluntário. Até porque, como o próprio nome diz, é um trabalho também e pessoas dependem do seu apoio.

Por isso, faça um cronograma com todas as suas atividades semanais. Aquelas que são compromissos fixos e as que surgem de repente. Com isso em mãos, estabeleça prioridades, e o ideal é que você programe seu dia seguinte na noite anterior. Isso faz com que você acorde já sabendo o que fazer com seu tempo. Daí é só encaixar um trabalho voluntário no espacinho que for melhor para você.

Uma outra ótima oportunidade para quem é estudante é aproveitar os intercâmbios voluntários. São atuações muito bem vistas por recrutadores, principalmente quando a vivência acontece em outro país. Afinal, fazer um trabalho voluntário, em outra língua e outra cultura é algo que impacta em toda a sua essência. É daquelas viagens que você volta outra pessoa completamente diferente.

Para quem já estiver empregado:

Se você já passou dessa etapa estudantil e precisa (e quer) dividir trabalho e ação social, tente estabelecer diálogos com a sua empresa.

Em primeiro lugar, entenda sua rotina de trabalho e encontre lacunas temporais que não prejudiquem sua vida profissional.

Feito isso, compreenda quando é possível, na sua rotina privada, participar de alguma ação. Pode ser aos sábados ou fora do horário comercial. Acredite, com toda certeza haverá projetos que atuem nesses horários.

Caso você queira criar uma rede muito maior de envolvimento, busque compartilhar sua experiência com seus colegas de trabalho. Além disso, você também pode apresentar uma proposta para sua empresa sobre ações conjuntas de voluntariado. Essa conversa pode render muitos frutos para você e para a empresa que você trabalha.

Mas não se esqueça, vá preparado para explicar todos os detalhes e sanar todas as dúvidas práticas sobre a atividade. Só a sua paixão pelo projeto não resolve as demandas empresariais do mercado.

A palavra de ordem é organização!

A famosa produtividade é muito legal, ela nos ajuda a ser muito melhores e estar em constante aprendizado. No entanto, mantê-la é um desafio diário e que depende muito da forma como nos organizamos. Para encontrar tempo para fazer tudo é preciso planejar e traçar metas, para isso algumas metodologias podem ajudar. Busque a que melhor se adapte ao seu dia a dia.

E aí, topa esse compromisso?   

Comentários: 0 / Compartilhar:

Você pode gostar também de …

Publicar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com um * são obrigatórios.