close.png

Newsletter SignUp

Inscreva-se no nosso eNewsletter para ler histórias inspiradoras de nossas famílias e aprenda como seu apoio ajuda as crianças a se curarem.

  •  
  • Erro

    Não foi possível recuperar seus dados devido a um erro.

  • close.png thank_you.png
    OBRIGADO POR INSCREVER-SE

    Estamos muito satisfeitos por você ter decidido se juntar à nossa família. Hoje, você se juntou a um movimento global que permite que as famílias se concentrem no que é mais importante - o filho doente - enquanto cuidamos do resto!

    Seus amigos na Ronald McDonald House Charities
     

    5 livros para crianças com câncer

    Seja para a família que vai ter que lidar com a doença e acompanhar o tratamento, quanto para os pequenos que vão ter que passar por todo o processo, a descoberta de um câncer não é fácil pra ninguém.

    Uma forma de lidar a doença é trabalhando a inteligência emocional dos pais e pacientes e a boa notícia é que isso pode ser feito por meio da literatura.

    Isso porque, ao lermos uma história, encontramos maior facilidade de nos colocar no lugar do outro e entender seus sentimentos, criando empatia e identificação.

    Afinal, muitas vezes personagens refletem exatamente o que estamos pensando e sentindo, ajudando-nos a atravessar um momento difícil.

    Pensando nisso, listei 5 livros para crianças com câncer que podem ser lidos pelos pais. Vamos à lista?

    1. Somos Todos Extraordinários, de R.J. Palacio

    Editora Intrínseca

    “Todo mundo deveria ser aplaudido de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

    Publicada pela primeira vez em 2013, a história acompanha o carismático Auggie Pullman, um menino de dez anos com uma grave deformidade facial que começa a frequentar a escola e precisa lidar com a reação das outras crianças à sua aparência.

    Este livro levanta a bandeira da inclusão e respeito às diferenças, mostrando que todos somos especiais. Sua versão para o público infantil motiva crianças com câncer a enxergar que as dificuldades e diferenças não são empecilhos para uma vida feliz.

    2. O Menino do Dedo Verde, de Maurice Druon

    Editora Jose Olympio

    “Tistu é um menino diferente de todo mundo.O pequeno de olhos azuis e cabelos loiros, deixava impressões digitais que provocavam o reverdecimento e a alegria. As façanhas de seu dedo verde eram originais e um segredo entre ele e o velho jardineiro, Bigode, para quem seu polegar era invisível e seu talento, oculto, um dom do céu.”

    Como o protagonista deste livro é expulso da escola por dormir em todas as aula, seu pai decide que ele aprenderia com a vida: receberia lições de pessoas que proporcionariam o conhecimento necessário para que se tornasse gente grande.

    O Menino do Dedo Verde, de Maurice Druon, tornou-se clássico da literatura para crianças e jovens em todo o mundo exatamente por abordar questões relacionadas à ética e cidadania.

    É o tipo de livro que tem o poder de tocar a todos de acordo com o momento que cada um está vivendo.

    3. O Livro dos Sentimentos, de Todd Parr

    Editora Panda Books

    “Você pode sentir vontade de fazer muitas coisas, mas não guarde esses sentimentos só pra você. Compartilhe suas emoções com quem você ama.”

    Não é porque algumas pessoas não expressam seus sentimentos que eles são inexistentes. Os pequenos sentem emoções negativas e positivas tanto quanto qualquer outra pessoa.

    Entretanto, por ainda não compreenderem direito os sentimentos e não saberem “dar nome aos bois”, os adultos acabam nem sempre dando a atenção merecida para o que está dentro deles.

    O objetivo deste livro é justamente mostrar que raiva, tristeza, mágoa, amor, felicidade são sentimentos universais. Não existe idade mínima para senti-los.

    É ideal para crianças que estão enfrentando o câncer ou qualquer outra dificuldade, e para os papais e mamães confusos sobre como lidar com esses momentos.

    4. Como Pegar uma Estrela, de Oliver Jeffers

    Editora Salamandra

    “O menino pensou que poderia sair voando na sua nave espacial, agarrar a estrela e pronto.”

    Um livro poético, cheio de ilustrações, que fala sobre a importância de perseguirmos nossos sonhos, assim como o protagonista do livro que almejava conseguir, um dia, pegar uma estrela para si.

    É fundamental durante o tratamento contra o câncer que tanto os familiares quanto as crianças não desistam de lutar pela cura. Com uma rede de apoio forte e estruturada, é mais fácil para o paciente entender que não está sozinho e que tem muita gente torcendo por sua recuperação.

    Este livro fará todos refletirem sobre o que querem, o quanto estão dispostos a lutar por isso e como muitas vezes nossas conquistas não seguem exatamente a mesma direção que idealizamos.

    5. Não Tenho Medo, de Todd Parr

    Editora Panda Books

    “Eu não tenho medo quando fico perto da mamãe.”

    Com um estilo bem-humorado, Todd Parr estimula crianças a enfrentar seus medos e dizer “Eu não tenho medo!”.

    Ótimo livro para os adultos lerem para crianças com câncer, pois ensinam a toda a família que a coragem é a chave para manter a coragem até o fim da batalha.

    Todd Parr mostra que, independentemente da gravidade do problema, devemos ser incentivados a permanecermos fortes e prontos para recomeçar, com mais garra e bravura que nunca. É a própria história dos nossos heróis.

    E aí, gostou das dicas? Deixe um comentário com sua opinião e outros livros que acredita que possam fazer a diferença! Se quiser, cheque nossa matéria com tudo sobre bem-estar para crianças e adolescentes com câncer.

    Leia mais no blog

    IRM Histórias

    • overlay

      Mariele Costa da Silva

      X

      A história de Mariele é muito especial, pois ela foi uma das primeiras crianças a usufruir da Casa Ronald McDonald Belém, uma casa de apoio feita com muito carinho para receber pacientes que chegam à capital do Pará para tratamento. Vale lembrar que, segundo dados do Inca (Instituto Nacional d... (Continuar lendo sobre Mariele Costa da Silva)

    • overlay

      JULIA FARIA

      X

      Em 2008, Julia Moreno Faria, hoje com 13 anos (2021), foi diagnosticada com glicogenose hepática 1B. Em 2014, um novo diagnóstico: mielodisplasia. Julia, apesar de ser nascida no Rio de Janeiro, é hospede da Casa Ronald McDonald Campinas, no interior de São Paulo, e ainda continua seu tratamento... (Continuar lendo sobre JULIA FARIA)

    • overlay

      FAMÍLIA NEVES

      X

      A história da Família Neves começou com a história de uma família comum: pai, mãe e dois filhos que viviam no bairro da Tijuca e levavam uma vida tradicional. Trabalho, escola, lazer no Tijuca Tênis Clube e futebol com a torcida pelo Vasco da Gama. Mas esta história começou a tomar um novo ... (Continuar lendo sobre FAMÍLIA NEVES)

    • overlay

      Maria Vitória Gomes Ferreira

      X

      Maria Vitória tem apenas 11 anos, mas já passou por muita coisa na vida. Quando tinha apenas cinco aninhos foi diagnosticada com um tumor cerebral. Ela teve que mudar radicalmente sua rotina. Saiu do pequeno município de Rio Crespo, em Rondônia, no norte do país, para uma grande cidade com o... (Continuar lendo sobre Maria Vitória Gomes Ferreira)

    • overlay

      JUAN YURE

      X

      Da cidade de Fortaleza, no Ceará, Juan Yure Carneiro das Chagas, com apenas 12 anos, já enfrentou obstáculos que poderiam desestruturar qualquer pessoa adulta. Depois de uma inocente brincadeira entre amigos, Juan descobriu uma alteração no osso femoral. A partir dessa constatação, ele foi di... (Continuar lendo sobre JUAN YURE)

    • overlay

      MACISTER JUSTINO

      X

      Aos 17 anos, com um caderno de desenhos e lápis de cor nas mãos, Macister Junior Justino chegou na Casa Ronald McDonald Campinas, umas das sete unidades do Programa Casa Ronald McDonald em operação no Brasil. O jovem foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin – um câncer no sistema linfático -... (Continuar lendo sobre MACISTER JUSTINO)

    • overlay

      HELOISA GEMELLI

      X

      Em maio de 2017, aos 14 anos, Heloisa Gemelli, de Cascavel, no Paraná, foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkin. Seu pai, Alessandro, médico, já havia sido capacitado pelo Programa Diagnóstico Precoce do Instituto Ronald McDonald (o Programa, em 10 anos, já capacitou mais de 26 mil profissionai... (Continuar lendo sobre HELOISA GEMELLI)

    • overlay

      OSCAR E ANA BEATRIZ

      X

      Ana Beatriz, 19, andava inquieta pelos corredores do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém - PA. Ela não gostava de ficar muito tempo no quarto. Internada para fazer exames relacionados ao Teratoma de Ovário, em 2017, quando conheceu a Vilma, que estava com o filho internado. Ele,... (Continuar lendo sobre OSCAR E ANA BEATRIZ)

    • overlay

      JUAN CARLOS

      X

      Em 2011, aos 10 anos, Juan Carlos de Araújo Moreira foi diagnosticado com câncer: 10 tumores malignos e uma metástase no pulmão. Hoje, aos 18 anos, ele está curado, é estudante de técnico de informática, está no seu primeiro emprego e tem o sonho de estudar fora do país. Juan mora em Campo... (Continuar lendo sobre JUAN CARLOS)

    • overlay

      Vicente e Antônio

      X

      "Eu falo para todo mundo que meu filho foi muito bem recebido na Casa Ronald McDonald Belém. É um lugar muito organizado, que nos recebeu de braços abertos. Estou muito feliz de estar aqui com ele". O relato emocionado é do Vicente Nascimento, pai do Antônio Márcio Nascimento, de 13 anos, q... (Continuar lendo sobre Vicente e Antônio)

    Conheça as

    Famílias

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

    Inscreva-se para receber todas as atualizações do Instituto Ronald McDonald