close.png

Newsletter SignUp

Inscreva-se no nosso eNewsletter para ler histórias inspiradoras de nossas famílias e aprenda como seu apoio ajuda as crianças a se curarem.

  •  
  • Erro

    Não foi possível recuperar seus dados devido a um erro.

  • close.png thank_you.png
    OBRIGADO POR INSCREVER-SE

    Estamos muito satisfeitos por você ter decidido se juntar à nossa família. Hoje, você se juntou a um movimento global que permite que as famílias se concentrem no que é mais importante - o filho doente - enquanto cuidamos do resto!

    Seus amigos na Ronald McDonald House Charities
     

    Tudo que você precisa saber sobre voluntariado empresarial

    No mundo corporativo, inovação é regra. É a busca constante pela posição de destaque no mercado que nos faz perceber que inovar vai muito além de implementar novas tecnologias. É também tomar atitudes capazes de gerar um efeito positivo na vida do outro.

    Pode parecer que não, mas quando uma empresa percebe a importância de apoiar uma causa social, ela faz diferente, inova, ganha visibilidade e se aproxima de seu público. Um caso de sucesso é a nossa parceria com a Alphabeto que, ao firmar parceria conosco numa iniciativa para beneficiar crianças e adolescentes com câncer, sentiu que fazia parte de um propósito.

    Essa parceria se estende à própria rede McDonald’s. Na fala de emílio Cavaliere Sartório, presidente da Associação Brasileira de Franqueados McDonald’s:

    A instituição não hesita em ampliar os horizontes quando se trata de estratégias de combate ao câncer infantil e juvenil. A sociedade brasileira já está colhendo os resultados dessas iniciativas, principalmente com o aumento do índice de cura. Como franqueado, eu me sinto orgulhoso em apoiar e trabalhar pelas ações do Instituto Ronald McDonald.

    São iniciativas assim, simples e que se encaixam no propósito da empresa, que atendem consumidores cada vez mais exigentes. Vivemos numa era que não basta apenas oferecer um produto ou serviço, mas precisa-se assumir posturas firmes diante de problemas maiores, referentes à própria sociedade.

    Mais que nunca, é preciso tomar a responsabilidade para si, ser promotor das mudanças que se espera no mundo. E você sabia que os resultados disso são benefícios que refletem internamente, na própria empresa?

    O impacto do voluntariado empresarial

    A solidariedade sempre foi presente como sentimento e forma de organização na sociedade, no entanto, a conexão do mundo atual deu um novo significado a ela. Se você está pensando em se tornar um voluntário, mas ainda não sabe direito como fazer separamos algumas respostas aqui no blog.

    Além do óbvio benefício para a sociedade, apostar em voluntariado empresarial significa pensar no desenvolvimento da sua própria empresa e dos seus colaboradores. Uma pesquisa que une estatísticas deste tipo de trabalho com a Cidadania Corporativa trazem resultados promissores que vão muito além de meros benefícios fiscais.

    89% dos gestores consideram que o voluntariado faz do colaborador um profissional melhor, sendo 16% mais engajados com a empresa. Sabe o vestir a camisa? Ele nunca funcionou tão bem e por uma causa tão nobre.

    Não é de surpreender que essas estatísticas sejam reflexos das últimas gerações (Y, Millennial e Z), que tendem a ser mais conscientes sobre o ambiente ao seu redor por viverem em ambientes globais. Afinal, 88% acreditam que o trabalho é mais satisfatório se causar um impacto positivo.

    A tendência vêm se firmando de maneira tão promissora que organizações socialmente responsáveis poderem se inscrever no Sistema B, um grupo que reúne empresas que reconhecem seu potencial transformador em questões econômicas, sociais e ambientais.

    Ser uma Empresa B significa ser agente mobilizador, capaz de utilizar seus recursos para o bem, agregando pessoas e ideias e desenvolvendo cidades que ficam ao seu entorno.

    O trabalho voluntário, quando aplicado a empresas, exige um cuidado com a divisão das atividades, os deveres e, principalmente, a organização do tempo. Isso porque, em grande parte dos casos, o Programa de Voluntariado caminha paralelo às funções de trabalho.

    Sendo assim, ao pensar um projeto de ações busque sempre o engajamento dos participantes. Assim, é uma das formas mais prováveis de que, individualmente, cada voluntário se dedique envolver outras pessoas no projeto.

    O avanço das tecnologias da comunicação inundou de realidade nosso cotidiano. A modernidade precisou lidar com a constatação dos problemas sociais de um lado a outro do globo. Isso estimulou uma sensação coletiva de que é preciso unir forças e trabalhar em conjunto, todos por todos. Nesse contexto, o trabalho voluntário ganhou muitas forças e aqui neste texto vamos te ajudar a encaixar essa atividade na sua rotina.  

    A relação entre marketing e responsabilidade social

    Apesar de parecerem sinônimos, cada um tem sua bagagem. Chama-se responsabilidade social a maneira como organizações incorporam princípios sociais na sua própria cultura. Marketing social, por outro lado, são as ações realizadas para expôr a construção desta responsabilidade social.

    Nenhum dos dois têm o momentâneo como característica majoritária. Eles são projetos que necessitam de processos, como qualquer outro, a diferença é que devem ser renováveis. Como projetos precisam data de início e fim, pode-se considerar o voluntariado empresarial como processos culturais que precisam ser fomentados, mantendo sempre o objetivo claro.

    Em 2018, empresas estreitaram seus laços conosco, fazendo daquele o ano da solidariedade. Nós também montamos uma lista de 5 ONGS para ser voluntário que podem se adequar à cultura da sua empresa.

    Fomos além, mostrando como o Atados pode ser uma ótima ferramenta para descobrir organizações do terceiro setor para apoiar e como a 3M Impact comprou a ideia do marketing social e vem crescendo pautando-se em atitudes extremamente positivas para sociedades de todo o mundo.

    Muito mais que fofo, contamos a história de um cachorro surfista chamado Bono, e falamos sobre como ele faz a diferença na vida de crianças e adolescentes com câncer no Rio de Janeiro.

    Uma força estratégica

    Tudo isso nos prova que o cenário continua em transformação. Afinal, se 83% dos funcionários são mais leais a uma empresa que os permite contribuir com questões sociais e ambientais, por que não explorar isso de forma positiva? É mantendo um ambiente sustentável que possibilitamos o nosso próprio crescimento.

    Percebem? O voluntariado empresarial é, mais que nunca, uma força estratégica que visa diminuir a rotatividade de funcionários e aumentar sua produtividade.

    Aplicar isso a um negócio, entretanto, inclui um remanejamento de custos e investimentos. É preciso uma análise cuidadosa para não desestruturar o sistema empresarial construído e, por isso, uma equipe especializada é essencial para esse momento de adequação. Existem alguns aplicativos que podem dar assistência nesse momento delicado.

    Um bom começo é se preparar para uma black friday solidária. É uma forma simples e prática de testar a ideia e ver se ela funciona para o contexto atual da sua empresa — não fique surpreso se a resposta for extremamente positiva.

    O fato é que já existe uma nova era social que promove lideranças do amanhã, que se pautam no hoje para tornar o futuro mais proveitoso para todos.

    Leia mais no blog

    IRM Histórias

    • overlay

      Mariele Costa da Silva

      X

      A história de Mariele é muito especial, pois ela foi uma das primeiras crianças a usufruir da Casa Ronald McDonald Belém, uma casa de apoio feita com muito carinho para receber pacientes que chegam à capital do Pará para tratamento. Vale lembrar que, segundo dados do Inca (Instituto Nacional d... (Continuar lendo sobre Mariele Costa da Silva)

    • overlay

      Maria Vitória Gomes Ferreira

      X

      Maria Vitória tem apenas 11 anos, mas já passou por muita coisa na vida. Quando tinha apenas cinco aninhos foi diagnosticada com um tumor cerebral. Ela teve que mudar radicalmente sua rotina. Saiu do pequeno município de Rio Crespo, em Rondônia, no norte do país, para uma grande cidade com o... (Continuar lendo sobre Maria Vitória Gomes Ferreira)

    • overlay

      Ítalo Derick Cortez Paes

      X

      Quem vê um rapaz deste tamanho nem imagina que ele tem apenas 14 anos. O olhar e o sorriso são de um jovem que em breve estará livre do câncer! E olha só: já está até comemorando com o V da Vitória. Ítalo foi diagnosticado com leucemia mieloide aguda em 2017. Ele fez o tratamento lá em... (Continuar lendo sobre Ítalo Derick Cortez Paes)

    • overlay

      Wenddy Silva

      X

      Wenddy Silva, natural de Macapá, tem 6 anos e é portadora de Leucemia Linfocítica Aguda. É hóspede da Casa Ronald McDonald em Jahu há seis meses para realização de transplante de medula óssea no Hospital Amaral Carvalho. “Aqui na Casa Ronald McDonald eu adoro brincar na sala de recrea... (Continuar lendo sobre Wenddy Silva)

    • overlay

      GABRIELE LIMA

      X

      Gabriele de Lima tem 16 anos e é portadora de Osteosarcoma. Está em tratamento a 5 anos e hospedada na Casa Ronald McDonald ABC a 5 meses. A jovem adora os passeios que realiza na Casa, as atividades de artesanato e a interação com os voluntários. "Gostaria de agradecer a todos os colaboradore... (Continuar lendo sobre GABRIELE LIMA)

    • overlay

      RICK DEIVID

      X

      Rick Deivid Ferreira tem 12 anos e é portador de Leucemia. Está em tratamento há 10 meses. Torcedor do Vaso da Gama, Rick sonha em ser jogador de futebol.

      “Nesses 10 meses que eu venho para o hospital sempre fico aqui. No Espa... (Continuar lendo sobre RICK DEIVID)

    • overlay

      NATALI GOMES

      X

      Natali Gomes tem 23 anos, é ex-paciente e voluntária na Casa Ronald McDonald Moema na área de visitas. Um dos seus sonhos é ajudar voluntariamente crianças que vivem em orfanatos.

      "Recebi meu diagnóstico de aplasia de medula ... (Continuar lendo sobre NATALI GOMES)

    • overlay

      JULIA MORENO

      X

      Julia Moreno tem 8 anos e está em tratamento, por um período indeterminado, contra uma mielodisplasia e glicogenose hepática 1B. Desde novembro de 2014, Julia é hospede da Casa Ronald McDonald Campinas. Para sua Mãe, Milena Pereira, a experiência na Casa Ronald McDonald se resume a um excelen... (Continuar lendo sobre JULIA MORENO)

    • overlay

      FAMÍLIA AMORIM

      X

      Emocionante história de uma mulher guerreira, que com muita doçura lutou, batalhou e venceu o câncer da sua filha: uma menina de 7 anos, diagnosticada com câncer aos três. Em 2013, Michele e Renata, mãe e filha, foram as estrelas da campanha McDia Feliz. Para qualquer família, enfrentar um d... (Continuar lendo sobre FAMÍLIA AMORIM)

    • overlay

      FAMÍLIA NEVES

      X

      A história da Família Neves começou com a história de uma família comum: pai, mãe e dois filhos que viviam no bairro da Tijuca e levavam uma vida tradicional. Trabalho, escola, lazer no Tijuca Tênis Clube e futebol com a torcida pelo Vasco da Gama. Mas esta história começou a tomar um novo ... (Continuar lendo sobre FAMÍLIA NEVES)

    • overlay

      MARIANA BICALHO

      X

      Mariana Bicalho, hoje com 7 anos de idade, se recuperou totalmente após um ano e meio de tratamento contra um câncer renal. Moradora da cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Em 2010, quando tinha apenas dois anos de idade, Mariana desenvolveu um nefroblastoma, q... (Continuar lendo sobre MARIANA BICALHO)

    • overlay

      LAUDINE ROQUE

      X

      Em julho de 2005, quando a Laudine Roque tinha 13 anos, ela foi diagnosticada com Leucemia. O período principal do tratamento durou cerca de 4 meses no Hemorio. À época, Laudine residia no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, próximo a Casa Ronald McDonald Rio de Janeiro, onde teve oportunidade ... (Continuar lendo sobre LAUDINE ROQUE)

    Conheça as

    Famílias

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

    Inscreva-se para receber todas as atualizações do Instituto Ronald McDonald