Programa Diagnóstico Precoce

destaq_diag_precoce

Identificar precocemente o câncer infantil e juvenil é determinante para que o tratamento tenha mais chances de apresentar resultados positivos. Por esta razão, o Instituto Ronald McDonald criou o Programa Diagnóstico Precoce, que contribui para a diminuição do tempo entre o aparecimento de sinais do câncer e o diagnóstico em um serviço especializado, potencializando as chances de cura com o diagnóstico em seus estágios iniciais.

No Brasil, o tempo entre a percepção de sintomas e a confirmação diagnóstica do câncer infantil e juvenil é longo e por isso muitos pacientes chegam ao tratamento em fase avançada da doença.

Como Funciona?

Médicos, enfermeiros e agentes comunitários da Estratégia Saúde da Família (ESF) e do Sistema Único de Saúde (SUS) são capacitados para que possam suspeitar de potenciais casos de câncer em crianças e adolescentes e então encaminhá-los adequadamente para hospitais públicos de referência. Faz parte dos objetivos estimular também a estruturação da rede de atenção oncológica, através de análise da situação local e da articulação com o gestor do SUS.

Desde o projeto piloto, realizado em 2008, o programa já envolveu 20 instituições, promoveu a capacitação de cerca de 20 mil profissionais responsáveis pela cobertura de mais de 18 milhões de crianças e adolescentes  de zero a 19 anos, em 14 Estados do país.

(Dados de abril/2015)
                          

A capacitação é realizada através de um curso, com 20 horas de aulas para não médicos e 24 horas de aula para médicos, onde uma equipe docente especializada na Estratégia Saúde da Família e Oncologia Pediátrica abordam os seguintes temas:

  • Aspectos epidemiológicos e de organização da rede de atenção oncológica
  • A importância da Estratégia Saúde da Família na detecção precoce e no acompanhamento das crianças e dos adolescentes com câncer
  • Direitos das Crianças e dos Adolescentes portadores de câncer
  • Detecção precoce: possibilidades e limites
  • Sinais e sintomas do câncer na infância e na adolescência
  • Cuidados necessários com o adolescente e a criança com câncer
  • Cuidados paliativos em oncologia pediátrica
  • Aspectos psicológicos no cuidado da criança e do adolescente com câncer

Todos os profissionais capacitados recebem gratuitamente o livro Diagnóstico Precoce da Criança e do Adolescente, fruto da cooperação entre o Instituto Ronald McDonald, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) e a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope). Além disso, as unidades de saúde cujos profissionais foram capacitados recebem os fluxogramas de sinais, sintomas e condutas para serem afixados no local.

Impactos

O Núcleo de Avaliação de Tecnologias em Saúde do Instituto Fernandes Figueira (NATS/IFF) realizou pesquisa encomendada pelo Instituto Ronald McDonald para avaliar o impacto do Programa Diagnóstico Precoce. A coleta de dados foi realizada por 12 instituições participantes coordenadas pelo NATS/IFF. Foram analisados: 1.797 prontuários de crianças e adolescentes, 355entrevistas com responsáveis e 79contatos telefônicos com enfermeiros capacitados pelo Programa.

Os resultados apontaram os seguintes indicadores:

  • A implantação do programa ocasionou um aumento de 23% nos encaminhamentos de crianças e adolescentes com suspeição da doença para um serviço especializado nos bairros capacitados pelo Programa Diagnóstico Precoce.
  • Nos bairros capacitados, o tempo de trajetória da criança entre a suspeição e o diagnóstico diminuiu em 61%, de 13 para 5 semanas.
  • Nos bairros em que o Programa Diagnóstico Precoce ainda não foi implantado, a taxa de redução de tempo foi de 25%, de 08 para 06 semanas.

Reconhecimento internacional em oncologia pediátrica

Desde sua implementação em 2008, o Programa Diagnóstico Precoce recebeu diferentes reconhecimentos de organizações nacionais e internacionais.

  • Em 2009, o Programa Diagnóstico Precoce foi vencedor do VIII Prêmio LIF (Liberdade, Igualdade e Fraternidade), promovido pela Câmara de Comércio França-Brasil na categoria Saúde. Concorrendo com projetos de empresas como Arcelor Mittal Brasil e Sanofi-Aventis Farmacêutica. Os finalistas foram julgados por uma banca presidida pelo ex-jogador de futebol Raí, atualmente diretor-presidente da Fundação Gol de Letra. A cerimônia de premiação foi realizada em Brasília e contou com autoridades brasileiras e francesas, especialistas em sustentabilidade e lideranças empresariais e do terceiro setor.
  • Em 2013, o Programa Diagnóstico Precoce recebeu o certificado da Fundação Banco do Brasil como Tecnologia Social. Das 1.011 inscrições recebidas pela organização, o Instituto Ronald McDonald entrou para o rol das 192 tecnologias que comprovaram a metodologia e os resultados alcançados.
  • Em 2013, apresentação oral no Congresso ICCC5: 5th International Cancer Control Congress, realizado em Lima, Peru, com o título Impact Assessment of the Early Diagnosis Program: Does Building Capacity of Primary Health Care Workers have an Impact on Referrals for Suspected Pediatric Cancer.
  • Também em 2013, no Congresso International Society of Paediatric Oncology (SIOP), realizado em Hong Kong, China, o Programa Diagnóstico Precoce foi apresentado no pré-congresso sob o tema PaediatricOncology in Developing Countries e também foi exibido em pôster na programação do Congresso.
  • Em 2014, apresentação oral no 46th Congress of the International Society of Paediatric Oncology, realizado em Toronto, Canadá, com o título Early Diagnosis: The Influence of Training of Primary Health Care Professionals for Suspicion of Pediatric Cancer in Brazil.

Assista o vídeo institucional sobre o Programa Diagnóstico Preoce


Edital de Projetos

O desenvolvimento e a realização do Programa Diagnóstico Precoce do Instituto Ronald McDonald é possível graças a parceria com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) e a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope), que auxiliam o trabalho do Instituo na análise, seleção e acompanhamento dos projetos beneficiados.

Anualmente o Instituto Ronald McDonald divulga um edital de seleção para o recebimento de propostas no marco do Programa Diagnóstico Precoce, dirigido as redes de instituições cadastradas junto ao Instituto que atuam na temática do câncer infantojuvenil.



Resultados de Editais (projetos aprovados)
Carteira de projetos 2017

Apoio ao Programa Diagnóstico Precoce

O Programa Diagnóstico Precoce conta com o apoio institucional do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein.


Instituições cadastradas no Instituto Ronald McDonald