close.png

Newsletter SignUp

Inscreva-se no nosso eNewsletter para ler histórias inspiradoras de nossas famílias e aprenda como seu apoio ajuda as crianças a se curarem.

  •  
  • Erro

    Não foi possível recuperar seus dados devido a um erro.

  • close.png thank_you.png
    OBRIGADO POR INSCREVER-SE

    Estamos muito satisfeitos por você ter decidido se juntar à nossa família. Hoje, você se juntou a um movimento global que permite que as famílias se concentrem no que é mais importante - o filho doente - enquanto cuidamos do resto!

    Seus amigos na Ronald McDonald House Charities
     

    Dias das Mães: esperança e superação na luta contra o câncer infantojuvenil

    Quem nunca ouviu falar sobre o amor incondicional de uma mãe? Lucineide Cardoso de Oliveira, 28 anos, é exemplo disso. Mãe de três filhos ela está na luta contra o Neuroblastoma, uma forma de tumor maligno que foi diagnosticado em Vinicius, seis anos, seu filho do meio. Há quatro meses, ela e Vinicius deixaram a família no interior da Bahia, em direção a Campinas, em busca do melhor tratamento contra o tumor.

    O Neuroblastoma aparece geralmente em crianças com menos de seis anos de idade. É um tipo de câncer no qual as células malignas são encontradas em determinadas partes do sistema nervoso, desde a região do cérebro até a coluna, tórax e abdômen, sendo mais comuns nas glândulas suprarrenais, o caso de Vinícius.

    Foi o ex-marido de Lucineide, pai de Vinicius, que mora atualmente em Hortolândia, cidade da Região Metropolitana de Campinas, que conseguiu trazê-los para começar o tratamento no Centro Infantil Boldrini. E desde fevereiro, mãe e filho estão hospedados na Casa Ronald McDonald Campinas. “Quando recebi o diagnóstico, perdi o chão. Foi o primeiro caso na família, me perguntava como isso foi acontecer com meu filho? Mas me mantive forte para procurar o melhor tratamento e confortar os meus filhos, pois sabia que teria que me separar deles para que o Vinicius tivesse a oportunidade de tratamento que ele está tendo aqui”, conta a mãe.

    “Foi difícil a despedida, já faz quatro meses que não vejo os meus outros dois filhos, um de nove e outro de quatro anos. O Vinicius sente muita falta dos irmãos”, diz Lucineide. Segundo ela, a Casa Ronald é um porto seguro, pois é ali que ela encontra forças para ter confiança na evolução do tratamento e segurança para explicar as mudanças físicas que acontecem com o filho do meio. “Quando começou a cair o cabelo, Vinicius ficou com muito medo, mas estava ali do lado dele para enfrentar mais essa etapa e procurei explicar que era normal e que os amigos dele no Boldrini também estavam passando por aquilo, e que logo iria crescer novamente, um cabelo mais forte e bonito”.

    Para Maria Ângela Sigrist Lopes, presidente da Casa Ronald McDonald Campinas, a casa de apoio é parceira no processo de cura e recuperação de pacientes e procura dar qualidade de vida e bem-estar às crianças em tratamento e também as mães, que os acompanham. “Aumentar a autoestima é essencial para o bom resultado do tratamento, não só dos pacientes, mas também dos familiares”. diz Ângela, que também é uma das fundadoras da APACC, instituição que administra a Casa Ronald McDonald Campinas.
    A entidade tem capacidade de hospedagem para 56 pacientes e seus familiares e atendeu, ao longo do ano de 2010, 246 crianças e adolescentes com câncer e acompanhantes, tanto da região, quanto de outros estados, provendo alojamento em instalações adequadas, transporte próprio para os hospitais, esclarecimento sobre uso correto dos medicamentos prescritos e outros cuidados necessários. A casa conta ainda com uma Ala de Vivência, inaugurada em abril deste ano, dotada de auditório, salas de apoio, cinema, salão de beleza, sala de computação, biblioteca, serviço social, psicologia, sala de reunião, sala de artesanato, sala para reuniões e solarium, incluindo instalações adequadas às pessoas com deficiência.

    Vinicius está realizando a segunda etapa da quimioterapia e assim que finalizar irá realizar todos os exames novamente para ver se o tumor regrediu ou não e, a partir daí, dar continuidade ao tratamento. “As crianças tem uma capacidade incrível de lidar com as dificuldades do tratamento, na casa e no hospital dão força umas paras as outras, o que é fantástico para a recuperação”, conta Lucineide.

    Para esse dia das mães Lucineide e Vinicius irão receber a visita do irmão mais novo, e de alguns familiares. “Esse dia das mães vai ser especial, só não será completo porque não vou poder rever o meu filho mais velho ainda, devido a escola ele não pode vir, mas o meu coração sempre está com ele e sei que logo estaremos todos juntos, diz esperançosa.

    Lucineide se mantem positiva e otimista para o tratamento que Vinicius irá enfrentar, previsto para um ano, e espera que no dia das mães, do ano que vem, esteja comemorando uma vitória com todos os seus três filhos juntos. Para isso, a família está de mudança para a região de Campinas e se tudo der certo ela e Vinicius poderão estar de novo “em casa” daqui há algum tempo.

    Leia mais no blog

    IRM Histórias

    • overlay

      Mariele Costa da Silva

      X

      A história de Mariele é muito especial, pois ela foi uma das primeiras crianças a usufruir da Casa Ronald McDonald Belém, uma casa de apoio feita com muito carinho para receber pacientes que chegam à capital do Pará para tratamento. Vale lembrar que, segundo dados do Inca (Instituto Nacional d... (Continuar lendo sobre Mariele Costa da Silva)

    • overlay

      JULIA FARIA

      X

      Em 2008, Julia Moreno Faria, hoje com 13 anos (2021), foi diagnosticada com glicogenose hepática 1B. Em 2014, um novo diagnóstico: mielodisplasia. Julia, apesar de ser nascida no Rio de Janeiro, é hospede da Casa Ronald McDonald Campinas, no interior de São Paulo, e ainda continua seu tratamento... (Continuar lendo sobre JULIA FARIA)

    • overlay

      FAMÍLIA NEVES

      X

      A história da Família Neves começou com a história de uma família comum: pai, mãe e dois filhos que viviam no bairro da Tijuca e levavam uma vida tradicional. Trabalho, escola, lazer no Tijuca Tênis Clube e futebol com a torcida pelo Vasco da Gama. Mas esta história começou a tomar um novo ... (Continuar lendo sobre FAMÍLIA NEVES)

    • overlay

      Maria Vitória Gomes Ferreira

      X

      Maria Vitória tem apenas 11 anos, mas já passou por muita coisa na vida. Quando tinha apenas cinco aninhos foi diagnosticada com um tumor cerebral. Ela teve que mudar radicalmente sua rotina. Saiu do pequeno município de Rio Crespo, em Rondônia, no norte do país, para uma grande cidade com o... (Continuar lendo sobre Maria Vitória Gomes Ferreira)

    • overlay

      JUAN YURE

      X

      Da cidade de Fortaleza, no Ceará, Juan Yure Carneiro das Chagas, com apenas 12 anos, já enfrentou obstáculos que poderiam desestruturar qualquer pessoa adulta. Depois de uma inocente brincadeira entre amigos, Juan descobriu uma alteração no osso femoral. A partir dessa constatação, ele foi di... (Continuar lendo sobre JUAN YURE)

    • overlay

      MACISTER JUSTINO

      X

      Aos 17 anos, com um caderno de desenhos e lápis de cor nas mãos, Macister Junior Justino chegou na Casa Ronald McDonald Campinas, umas das sete unidades do Programa Casa Ronald McDonald em operação no Brasil. O jovem foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin – um câncer no sistema linfático -... (Continuar lendo sobre MACISTER JUSTINO)

    • overlay

      HELOISA GEMELLI

      X

      Em maio de 2017, aos 14 anos, Heloisa Gemelli, de Cascavel, no Paraná, foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkin. Seu pai, Alessandro, médico, já havia sido capacitado pelo Programa Diagnóstico Precoce do Instituto Ronald McDonald (o Programa, em 10 anos, já capacitou mais de 26 mil profissionai... (Continuar lendo sobre HELOISA GEMELLI)

    • overlay

      OSCAR E ANA BEATRIZ

      X

      Ana Beatriz, 19, andava inquieta pelos corredores do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém - PA. Ela não gostava de ficar muito tempo no quarto. Internada para fazer exames relacionados ao Teratoma de Ovário, em 2017, quando conheceu a Vilma, que estava com o filho internado. Ele,... (Continuar lendo sobre OSCAR E ANA BEATRIZ)

    • overlay

      JUAN CARLOS

      X

      Em 2011, aos 10 anos, Juan Carlos de Araújo Moreira foi diagnosticado com câncer: 10 tumores malignos e uma metástase no pulmão. Hoje, aos 18 anos, ele está curado, é estudante de técnico de informática, está no seu primeiro emprego e tem o sonho de estudar fora do país. Juan mora em Campo... (Continuar lendo sobre JUAN CARLOS)

    • overlay

      Vicente e Antônio

      X

      "Eu falo para todo mundo que meu filho foi muito bem recebido na Casa Ronald McDonald Belém. É um lugar muito organizado, que nos recebeu de braços abertos. Estou muito feliz de estar aqui com ele". O relato emocionado é do Vicente Nascimento, pai do Antônio Márcio Nascimento, de 13 anos, q... (Continuar lendo sobre Vicente e Antônio)

    Conheça as

    Famílias

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

    Inscreva-se para receber todas as atualizações do Instituto Ronald McDonald