close.png

Newsletter SignUp

Inscreva-se no nosso eNewsletter para ler histórias inspiradoras de nossas famílias e aprenda como seu apoio ajuda as crianças a se curarem.

  •  
  • Erro

    Não foi possível recuperar seus dados devido a um erro.

  • close.png thank_you.png
    OBRIGADO POR INSCREVER-SE

    Estamos muito satisfeitos por você ter decidido se juntar à nossa família. Hoje, você se juntou a um movimento global que permite que as famílias se concentrem no que é mais importante - o filho doente - enquanto cuidamos do resto!

    Seus amigos na Ronald McDonald House Charities
     

    Myrella e seus conselhos de gente grande

    Myrella desde cedo precisou entender que, às vezes, crianças precisam ser gente grande — especialmente quando se veem de frente para uma doença que até então parecia de adulto. Conheça a história da menina abaixo e, caso queira, informe-se sobre o Instituto Ronald McDonald.


    Como adoro ver meus filhos aprendendo coisas novas, principalmente lições que eu procuro passar!

    Conforme eles crescem e vão demonstrando mais segurança em suas escolhas, a gente se sente tão satisfeita, tão completa…

    Mas maternidade não é via de mão única. Eles também nos ensinam, e muito, inclusive nas circunstâncias que a gente menos espera.

    Conhecer a história da Myrella e sua mãe, Aline, renovou minhas crenças quanto à força e ao otimismo que nossos filhos são capazes de nos passar, às vezes sem nem saber e quando mais precisamos.

    Foi pesquisando sobre o programa Espaço da Família Ronald McDonald que soube da Myrella, uma menina cheia de energia, tagarela que só, que venceu o câncer e é, até hoje, um exemplo de fé para a família inteira. Ela é a primeira filha, primeira neta… imagine o mimo.

    Apenas para contextualizar, o Instituto Ronald McDonald atua na luta contra o câncer infantil de diversas formas. Uma delas é através do Programa Espaço da Família, que oferece, dentro das unidades médicas especializadas, conforto e acolhimento para as crianças e adolescentes e seus acompanhantes que enfrentam a doença. Deixando o tempo de espera menos desgastante, o programa contribui para reduzir o abandono ao tratamento.

    Quando a Myrella tinha só 3 aninhos, os médicos descobriram o câncer. Ela morava em Sorocaba com a família, estado de São Paulo, e, logo depois de receber o diagnóstico, foi encaminhada para o Hospital GPACI, referência na região.

    Como conta a Aline, sua mãe, a notícia foi um baque, claro. Mas duas coisas fizeram toda diferença para que ela, seu marido, os avós – que deram apoio – e a própria Myrella continuassem unidos para alcançar a cura:

    Primeiro: desde o momento em que chegaram ao hospital, foram apresentados ao ambiente que se tornou a segunda casa de toda a família.

    Tenho anotadas as palavras da própria Aline sobre esse acolhimento:

    Só temos a agradecer aos que idealizaram o Espaço da Família. Durante o tratamento, a gente passa muito tempo no hospital, dias e dias seguidos.

    Preocupação não falta… a vida vira de cabeça pra baixo… mas eles disponibilizam tudo o que é preciso para ajudar. Cesta básica, produtos de higiene e até roupa, se somos pegos de surpresa e temos que dormir…

    A estrutura que oferecem distrai, sabe? As crianças brincam, tem escolinha, cineminha, aula de pintura… É um lugar que nos mantêm motivados. É onde encontramos amparo e fazemos amigos”.   

    Segundo: a postura que a pequena Myrella assumiu nas horas mais críticas dessa jornada – atitudes de gente grande!

    Durante os três anos de quimio, confesso que tive momentos de fraqueza; o sofrimento não era pouco… Mas toda vez que eu ficava desacreditada e começava a me questionar – Porque isso tudo está acontecendo? – olhava pra ela e via seu sorriso.

    Desde pequena, Myrella é uma menina de muita fé, que vive nos surpreendendo. Até quando ela estava prestes a ser operada, numa cirurgia de alto risco, me deu força com suas palavras sempre positivas e confiantes: ‘Fique tranquila, tudo é passageiro, eu já volto’”.

    Com essa fonte de fé sempre por perto, tendo o suporte dos profissionais e voluntários do Espaço da Família e dos médicos – além de muito amor envolvido – juntos conquistaram a cura.

    Aline aprendeu com a filha a ter fé.

    E se você vive essa experiência, ou conhece alguém que está nessa luta, repasse este conselho da Myrella:

    Acreditem como minha mãe acreditou. 

    Myrella foi uma das personagens da Campanha Institucional Aproximando Famílias do Instituto Ronald McDonald.  Assista o vídeo:

    Junte-se a nós e ajude a crianças  como a Myrella a vencer o câncer.  Doe agora

     

    Leia mais no blog

    IRM Histórias

    • overlay

      Mariele Costa da Silva

      X

      A história de Mariele é muito especial, pois ela foi uma das primeiras crianças a usufruir da Casa Ronald McDonald Belém, uma casa de apoio feita com muito carinho para receber pacientes que chegam à capital do Pará para tratamento. Vale lembrar que, segundo dados do Inca (Instituto Nacional d... (Continuar lendo sobre Mariele Costa da Silva)

    • overlay

      JULIA FARIA

      X

      Em 2008, Julia Moreno Faria, hoje com 13 anos (2021), foi diagnosticada com glicogenose hepática 1B. Em 2014, um novo diagnóstico: mielodisplasia. Julia, apesar de ser nascida no Rio de Janeiro, é hospede da Casa Ronald McDonald Campinas, no interior de São Paulo, e ainda continua seu tratamento... (Continuar lendo sobre JULIA FARIA)

    • overlay

      FAMÍLIA NEVES

      X

      A história da Família Neves começou com a história de uma família comum: pai, mãe e dois filhos que viviam no bairro da Tijuca e levavam uma vida tradicional. Trabalho, escola, lazer no Tijuca Tênis Clube e futebol com a torcida pelo Vasco da Gama. Mas esta história começou a tomar um novo ... (Continuar lendo sobre FAMÍLIA NEVES)

    • overlay

      Maria Vitória Gomes Ferreira

      X

      Maria Vitória tem apenas 11 anos, mas já passou por muita coisa na vida. Quando tinha apenas cinco aninhos foi diagnosticada com um tumor cerebral. Ela teve que mudar radicalmente sua rotina. Saiu do pequeno município de Rio Crespo, em Rondônia, no norte do país, para uma grande cidade com o... (Continuar lendo sobre Maria Vitória Gomes Ferreira)

    • overlay

      JUAN YURE

      X

      Da cidade de Fortaleza, no Ceará, Juan Yure Carneiro das Chagas, com apenas 12 anos, já enfrentou obstáculos que poderiam desestruturar qualquer pessoa adulta. Depois de uma inocente brincadeira entre amigos, Juan descobriu uma alteração no osso femoral. A partir dessa constatação, ele foi di... (Continuar lendo sobre JUAN YURE)

    • overlay

      MACISTER JUSTINO

      X

      Aos 17 anos, com um caderno de desenhos e lápis de cor nas mãos, Macister Junior Justino chegou na Casa Ronald McDonald Campinas, umas das sete unidades do Programa Casa Ronald McDonald em operação no Brasil. O jovem foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin – um câncer no sistema linfático -... (Continuar lendo sobre MACISTER JUSTINO)

    • overlay

      HELOISA GEMELLI

      X

      Em maio de 2017, aos 14 anos, Heloisa Gemelli, de Cascavel, no Paraná, foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkin. Seu pai, Alessandro, médico, já havia sido capacitado pelo Programa Diagnóstico Precoce do Instituto Ronald McDonald (o Programa, em 10 anos, já capacitou mais de 26 mil profissionai... (Continuar lendo sobre HELOISA GEMELLI)

    • overlay

      OSCAR E ANA BEATRIZ

      X

      Ana Beatriz, 19, andava inquieta pelos corredores do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém - PA. Ela não gostava de ficar muito tempo no quarto. Internada para fazer exames relacionados ao Teratoma de Ovário, em 2017, quando conheceu a Vilma, que estava com o filho internado. Ele,... (Continuar lendo sobre OSCAR E ANA BEATRIZ)

    • overlay

      JUAN CARLOS

      X

      Em 2011, aos 10 anos, Juan Carlos de Araújo Moreira foi diagnosticado com câncer: 10 tumores malignos e uma metástase no pulmão. Hoje, aos 18 anos, ele está curado, é estudante de técnico de informática, está no seu primeiro emprego e tem o sonho de estudar fora do país. Juan mora em Campo... (Continuar lendo sobre JUAN CARLOS)

    • overlay

      Vicente e Antônio

      X

      "Eu falo para todo mundo que meu filho foi muito bem recebido na Casa Ronald McDonald Belém. É um lugar muito organizado, que nos recebeu de braços abertos. Estou muito feliz de estar aqui com ele". O relato emocionado é do Vicente Nascimento, pai do Antônio Márcio Nascimento, de 13 anos, q... (Continuar lendo sobre Vicente e Antônio)

    Conheça as

    Famílias

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

    Inscreva-se para receber todas as atualizações do Instituto Ronald McDonald